Langhe Favorita DOC

Preço

14.50 

7 em stock

7 em stock

Langhe Favorita DOC

Uma interpretação rara desta uva piemontesa nativa, mais conhecida no resto da Itália como Vermentino. O cultivo continental nas colinas de Langa é bastante particular: prestando a atenção necessária na vinha, produz vinhos menos volumosos e alcoólicos, mas mais nítidos e perfumados. Giorgio Abrigo logo percebeu o potencial dessa uva e começou a cuidar das fileiras de videiras Favorita em 1990, com colheitas precoces e fermentações redutoras em tanques pressurizados, sendo a chave para a capacidade de beber e a crocância. Este vinho tem seus amantes e seus inimigos; garrafas vazias na mesa fazem os dois felizes.

Castas: Favorita 100%

Vinhas: Uma mistura de uvas de três vinhedos diferentes no município de Diano d’Alba; solo constituído tipicamente por argila e calcário, caracterizado por camadas de areia mais ou menos compacta alternando com arenitos cinzentos (areias compactadas e cimentadas por carbonatos de água do mar), conhecidas como Arenarie di Diano ou Diano Sandstones. Exposições diferentes: principalmente no nordeste, depois no noroeste e no sudoeste. Altitude 300-400 m acima do nível do mar. Vinhedos de espaldeira típicos e poda de Guyot, densidade média de 4000-4300 videiras por hectare.

Colheita: Um pouco cedo, à mão, vinha por vinha, em caixotes, nos primeiros dias de setembro.

Rendimento da uva por hectare: 10000 kg

Vinificação: Prensagem suave de todos os cachos com prensa pneumática pulmonar e separação do mosto obtido em duas categorias. Usamos apenas o primeiro suco de free-run. Acabamento por flutuação a baixas temperaturas e trasfega direta. Fermentação em tanques de aço inoxidável pressurizado a baixa temperatura (15-17 ° C) por cerca de 20 dias. A combinação com dióxido de carbono ocorre no final da fermentação alcoólica primária em tanques fechados.

Envelhecimento: O vinho permanece em contato direto com as borras finas, sem fermentação malolática, diminuindo levemente até que seja engarrafado. Passa pelo menos três meses na garrafa.

Notas do enólogo: Cor amarelo palha com reflexos esverdeados, levemente espumante, caracterizada por aromas primários acentuados por dióxido de carbono. Destacam-se aromas evidentes de flores silvestres, ervas selvagens, maçã verde e pêra. Continua, principalmente após os primeiros seis meses de vida, com aromas terciários típicos do tempo gasto em leveduras, com um leve aroma de pão. O paladar bem equilibrado tem um sabor mineral, resultando em um vinho muito fresco e fácil de beber. O aperitivo perfeito e excelente companheiro para antepastos frios, crudités e frutas da estação.

Temperatura de serviço: 8-10 ° C

Contém sulfitos