Domaine d’Henri Fourchaume Chablis Premier Cru 2018

Preço

31.10 

18 em stock

18 em stock

Domaine d’Henri Fourchaume Chablis Premier Cru 2018

Existem registos que confirmam que a família Laroche possuía vinhas em Chablis que datam de finais do século XVII. Henri e Madeleine Laroche passaram toda a sua vida a construir a propriedade familiar que o seu filho Michel (o actual patriarca) utilizou então como base para a construção de um negócio vitivinícola de enorme sucesso (Domaine Laroche), começando quando tomou as rédeas em 1967. Em 2010, vendeu a sua participação neste negócio, mantendo as vinhas históricas que tinha herdado, e iniciou o processo de criação de um domínio familiar com os seus filhos Margaux e Romain e a sua esposa Cécile, que se chamaria então Le Domaine d’Henri, em homenagem ao seu pai.

Conceberam uma adega moderna suficientemente grande para lidar com as suas necessidades actuais e futuras estimadas de espaço, mas suficientemente pequena para ser operada durante a maioria das estações por uma ou duas pessoas. Nos vinhedos, os 17 hectares são cultivados de uma forma a que os Laroches chamam “95% biológicos”. Isto significa que, numa base normal, todos os procedimentos aderem ao regime biológico, no entanto, não renunciarão à sua opção de utilizar um tratamento quando absolutamente necessário para salvar a cultura, pelo que optaram por não passar pelo processo de certificação.

A vinificação aqui é paciente, tradicional e orientada para o futuro. Apenas são utilizadas leveduras indígenas naturais e a fermentação malo-láctica é permitida ao seu próprio ritmo. Armada com uma série de cubas de aço inoxidável novinhas em folha, com temperatura controlada, a equipa está preparada para tudo o que a vindima lhes der o seu caminho. Além disso, optaram por uma bateria de barris de grande formato (600 litros) para o envelhecimento adequado de todas as suas denominações superiores de Chablis. Laroche acredita firmemente que o engarrafamento não deve obedecer a um calendário definido, pois os grandes Chablis precisam de tempo antes de serem engarrafados e não é raro que um vinho passe um ano em barril e outro ano em cuba antes de ser considerado pronto a engarrafar.

Proveniente de seus 5 hectares em Fourchaume, idade média da vinha de 40 anos.

Fermentação selvagem, 85% em tanque e o restante em barril. O vinho passou 15 a 19 meses a estagiar antes do engarrafamento – Margaux considera essencial continuar envelhecendo nesses recipientes maiores antes do engarrafamento.

Ter um segundo inverno significa que o vinho se estabiliza lentamente por meio da temperatura, o que significa que não há necessidade de filtração ou colagem quando engarrafado.

No nariz, este vinho mostra brioche clássico e notas redutoras, tingidas com frutas cítricas e melão maduro.

A acidez salina equilibra o meio de fruta madura e tudo se conjuga para um vinho de grande persistência e elegância.

Notas de Prova:

No nariz, o Domaine d’Henri Fourchaume Chablis Premier Cru 2018  mostra brioche clássico e notas redutoras, tingidas com frutas cítricas e melão maduro.

A acidez salina equilibra o meio de fruta madura e tudo se conjuga para um vinho de grande persistência e elegância.

Adega: Le Domaine d’Henri

Ano: 2018

Denominação: Chablis (Borgonha, França)

Castas: Chardonnay

Teor Alcoólico : 12,5%

Contém Sulfitos